Perfuração de Poço e Utilização de Água para Irrigação

Em virtude das exigências legislativas da Adasa em relação à perfuração de poço e utilização de água para irrigação. A Diretoria Executiva regularizou este recurso imprescindível para o funcionamento do nosso Clube.

Em 1973, tendo em vista a necessidade de reabastecimento da água da piscina infantil (atualmente quadra de número 4), foi realizada a perfuração do poço artesiano cuja profundidade aproximada é de 90m. Naquela época, nenhum órgão de abastecimento e saneamento básico disponibilizava os seus serviços nesta região. Diante da necessidade de manter a operacionalidade da piscina, seria inviável a aquisição de caminhões pipas devido ao valor de custo da água. Portanto, a perfuração do poço artesiano foi considerada a melhor alternativa. Alguns anos depois, o órgão público competente pelo abastecimento de água tratada, estendeu suas redes ao longo da margem do Lago Paranoá, deixando o poço inoperante. Devido ao excesso de volume d’água utilizado para irrigação das quadras de tênis, o faturamento do consumo alcançou valores extremos, com isso, foi necessário um replanejamento de utilização da água. Então, em 1988, o poço artesiano foi reativado após algumas manutenções para o exercício e emprego correto deste sistema. Desde então, o poço nos fornece o volume de água necessário para irrigação das quadras de tênis. No entanto, com as leis outorgadas pela Adasa que visam reduzir os impactos ambientais causados pelo homem, seria necessária a regularização do poço. Diante disso, a atual Diretoria Executiva do Clube contratou os serviços de um geólogo para nos instruir como regularizar o espaço (físico) na área do poço como também a oficialização jurídica. Após algumas reformas na infraestrutura e manutenção corretiva dos sistemas elétrico e hidráulico, o poço artesiano finalmente foi regularizado, tendo como emprego jurídico específico, a irrigação das quadras e das áreas verdes do Clube Nipo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta