Posts

Importãncia do Esporte na Adolescência | Clube Nipo

Importância do esporte na adolescência

Sabemos que a atividade física é importante em todas as fases da vida. Particularmente na adolescência além de contribuir na aquisição de hábitos saudáveis, a atividade física melhora a qualidade de vida, pois evita o sedentarismo e a obesidade, prevenindo o desenvolvimento de muitas doenças como HAS (Hipertensão Arterial Sistêmica), Aterosclerose, Diabetes, Cardiopatias e muitas outras, na vida adulta.

A escolha do esporte merece muita atenção. Deve-se levar em consideração as aptidões físicas e as condições socioeconômicas da família. Entretanto, é fundamental que o adolescente escolha um esporte que goste. Somente desta forma ele será capaz de se praticá-lo com a freqüência necessária para gozar dos benefícios que este lhe proporcionará. É aconselhável que os pais ofereçam condições para que o adolescente obtenha informações e até mesmo experimente diversos esportes. É importante que a escolha do esporte seja consciente e livre de preconceitos, assim como, que a mesma seja respeitada e estimulada pela família.

Antes de iniciar a prática de uma atividade esportiva, é recomendável a realização de uma consulta médica para avaliar as condições físicas do adolescente. A consulta com uma nutricionista também pode ser interessante, visto que em alguns casos é necessário adaptar a alimentação de acordo com o gasto energético da atividade física.

Os benefícios do esporte na adolescência são inúmeros, entre eles a diminuição da ansiedade e a regulação do sono. A excessiva preocupação pela imagem corporal é o principal estímulo que leva o adolescente a procurar a prática da atividade física. Porém, ao iniciar a prática de um esporte, o adolescente também acaba por adquirir outros hábitos saudáveis (alimentação regrada, evitar fumo e drogas, rotina, etc), o que contribui para o seu bem-estar geral.

Acreditamos que os benefícios do esporte na adolescência vão muito além dos fatores físicos. O esporte pode contribuir na melhora da autoestima do jovem, que muitas vezes encontra-se fragilizada nesta fase da vida. Além de colaborar também no desenvolvimento da noção de comprometimento, de espírito de equipe, de disciplina e de tolerância a frustração. Os esportes coletivos podem facilitar a socialização (ajudando a vencer a timidez) e atuar como uma ferramenta para aumentar a rede social do adolescente.

Desta forma, o esporte pode auxiliar na formação de valores éticos, atuando como um facilitador no processo de amadurecimento psíquico e relacional do adolescente, contribuindo para a formação integral do indivíduo.

Fonte: www.institutoadolescer.com.br

Benefícios e importância do alongamento

O que é alongamento?

São exercícios totalmente voltados à maior flexibilidade muscular, que promovem o estiramento das fibras musculares, aumentando o seu comprimento.

Seu principal efeito é aumentar a flexibilidade dos músculos para alcançar a maior movimentação da articulação comandada por aquele músculo.

A prática de se alongar torna-se essencial para o perfeito funcionamento do nosso corpo, nos proporcionando uma maior agilidade e elasticidade.

Por que alongar?

Ao realizar um alongamento, ocorre um aviso para o corpo de que você está iniciando uma sequência de movimentos que vão além dos movimentos realizados no dia a dia e que não causam grande impacto nos músculos, ossos e articulações.

Esta prática torna-se fundamental para manter a manutenção ou, no caso dos iniciantes, a ampliação da flexibilidade do corpo.

Isto se faz necessário, já que a prática de atividades físicas requer movimentos mais amplos. Mesmo exercícios como a caminhada requerem movimentos ampliados das pernas, dos braços, dos ombros e das costas.

Riscos de não alongar:

Quando o individuo deixa de realizar este procedimento, compromete seu treino. Uma consequência deste ato é fazer você se sentir mais cansado, sem contar que aumenta a incidência de lesões musculares.

Mas não se esqueça: não ultrapasse os limites do seu corpo. O alongamento em excesso causa esforços desnecessários, resultando em consideráveis níveis de dores e prejudicando a sua saúde.

Principais Benefícios:

Você pode se alongar sempre que tiver vontade, já que além de relaxar o corpo, relaxa também a mente. Veja alguns benefícios de se alongar:

  • Reduz o risco de lesões musculares ou entorses articulares –torcicolos, câimbras etc;
  • Reduz as tensões musculares, relaxando a musculatura;
  • Aumenta a flexibilidade e amplitude dos movimentos, melhorando o desempenho esportivo;
  • Torna mais fáceis algumas atividades físicas desgastantes, como corrida, natação etc, preparando a musculatura para o exercício;
  • Reduz o encurtamento muscular;
  • Melhora a circulação sanguínea, prevenindo contra problemas articulares nos braços, pernas ou costas;
  • Melhora a coordenação motora;
  • Previne problemas posturais;
  • Auxilia no relaxamento mental, diminuindo o estresse;
  • Contribui para a cicatrização óssea, em casos de fratura;
  • Desenvolve a propriocepção (consciência corporal), à medida que a pessoa concentra-se na parte que está sendo alongada;
  • Reduz as cólicas menstruais, nas mulheres;
  • Ajuda no aquecimento, à medida que eleva a temperatura corporal.

Alongar antes e depois:

Antes do exercício físico, o alongamento serve, principalmente, como um fator de prevenção contra lesões musculares durante a atividade.

É uma forma de preparar o corpo para se exercitar, deixando-o mais flexível e ampliando seus movimentos. Depois do exercício, sua função é relaxar a musculatura, evitando as dores posteriores à atividade.

Como fazer?

O alongamento deve ser feito lentamente. Deve-se tentar relaxar durante a sua prática. Encontre uma posição mais confortável para você e a sustente com a finalidade de relaxar o músculo.

Permaneça nessa posição entre 10 e 30 segundos e em seguida, passe para o outro exercício. É importante também manter a respiração de forma lenta e controlada.

Outras dicas importantes:

Alongue antes de dormir:

Um dos melhores momentos para fazer alongamento é minutos antes da hora de dormir. Os movimentos devem ser executados de forma passiva e tranquila.

A execução dos movimentos para alongar é uma forma eficaz de repousar com o corpo mais relaxado e de ter um sono de maior qualidade.

Dê atenção aos músculos primários
Existe uma ordem que deve ser respeitada para atingir melhores resultados. Sempre comece pelos músculos primários, pois eles são os que participam mais intensamente da execução dos movimentos.

Eles compreendem toda a musculatura superior das costas, peitoral, posterior das coxas e glúteos. Em seguida, movimente os músculos secundários, aqueles que auxiliam na movimentação, como bíceps e os músculos que envolvem os dedos e as mãos.

Procure a ajuda de um profissional:

O primeiro erro de quem vai alongar é trabalhar a sua flexibilidade sem nenhum tipo de avaliação profissional.

Além disso, o acompanhamento de um profissional para ensinar e auxiliar na execução dos exercícios é primordial. Depois que você já souber o passo a passo, pode repetir os movimentos em casa.

Fonte: melhorcomsaude.com

Entenda a importância da respiração adequada durante a atividade física

Todo mundo sabe que respirar pelo nariz geralmente é melhor porque o ar entra quente e úmido no pulmão, além de ser filtrado pelos cílios das narinas. No entanto, durante a atividade física, o corpo precisa de uma ventilação maior, especialmente nos exercícios mais intensos e, por isso, a respiração precisa ser adequada.

Como a necessidade de ventilação é maior durante o movimento, muitas vezes o nariz não é capaz de atendê-la sozinho, por isso, muita gente costuma abrir a boca para respirar e, de acordo com os médicos, isso é normal e não chega a trazer problema. Inclusive, a respiração também pela boca ao se exercitar é essencial para garantir conforto durante a atividade. Caso a pessoa não respire do jeito certo na hora do exercício, ela pode começar a sentir dor ou desconforto.

Na musculação, por exemplo, o correto é expirar no momento do esforço e inspirar no retorno. Quando a pessoa expira, os músculos abdominais se contraem e garantem maior sustentação do corpo para a realização do movimento. Nesse caso, respirar do jeito errado ou ao contrário pode provocar dor e desconforto, além de desperdiçar o exercício.

Já na corrida, não existe uma regra para respirar. Muitas pessoas acreditam que é preciso inspirar pelo nariz e soltar pela boca, mas na verdade, isso varia de acordo com o ritmo do exercício.

No começo, por exemplo, a pessoa pode até conseguir respirar dessa maneira, mas quando o tempo passa, mesmo correndo na mesma velocidade, a intensidade do movimento aumenta e o corpo pede mais ventilação, nessa hora, a respiração pela boca se torna fundamental. Ficar preso a um modelo de respirar pode causar uma falta de coordenação e causar aquela dor lateral que muita gente reclama, além de cansar mais rápido.

Essa dor, é provocada por uma espécie de câimbra do diafragma, causada pela maneira inadequada de respirar. Além de ficar preso a um modelo só respiração, outra causa dessa dor é conversar durante o exercício. Por isso, para evitar essa dor, a dica é não conversar e respeitar a necessidade do corpo.

Algumas pessoas costumam ainda usar expansores nasais, que são aqueles adesivos colados no nariz. Esses expansores facilitam a entrada de ar durante o exercício, o que aumenta o conforto na hora de se exercitar. Mas o especialista alerta que eles não melhoram o desempenho na corrida, apenas tornam mais fácil a execução da atividade.

Fonte: g1.globo.com