Posts

Como diferenciar o beisebol do softbol

Verdadeiro ou falso: a única diferença entre o softbol e o beisebol é o tamanho da bola? Falso! Embora os dois esportes sejam muito semelhantes, existem várias diferenças importantes. Aqui estão elas:

    • Equipamento: Bolas. As bolas de beisebol tem 9 centímetros de circunferência. As de softbol tem 12 centímetros de circunferência. As de softbol também são menos densas que as beisebol. Além disso, as de beisebol são brancas, enquanto as de softbol podem ser brancas ou amarelo néon.
    • Equipamento: Bastão. Os bastões de beisebol tem no máximo 1 metro de comprimento, enquanto que os de softbol não podem ser maiores que 80 centímetros.
    • Duração do jogo. Um jogo de beisebol tem 9 períodos. Um jogo de softbol tem 7. Ambos têm um período extra em caso de empate no fim do último período. Os jogos de softbol muitas vezes são decididos por um “desempate internacional”. Neste modelo a última pessoa que saiu do período anterior (geralmente o último batedor) é colocada na segunda base para iniciar o turno. As regras variam de campeonato para campeonato, mas este modelo tem sido largamente adotado pelas comunidades de softbol.
    • Dimensões do campo. Um campo de beisebol tem 27 metros de base. Um campo de softbol tem 18. A distância da grade varia de campo para campo. Mas a grade não é um requisito para tais esporte.
    • Distância do arremesso. A elevação no beisebol tem 18 metros e 15 cm do home plate. A “elevação” do softbol é de 13 a 13 metros do home plate (dependendo se é escolar, universitário ou profissional). No softbol a “elevação” não é elevada, no beisebol ela é.
    • Estilo de arremesso. O arremesso no beisebol é por cima da mão, no softbol é por baixo, ou chamado de “cata-vento”. Na técnica cata-vento o arremessador deve começar com os dois pés sobre a borracha, e evitar saltar e / ou pular quando arremessa. O arremesso começa e termina no quadril. Um arremesso ilegal no softbol, onde o jogador pula, é chamado de “crow hop”. No softbol e no beisebol os lançadores podem utilizar o mesmo arremesso para a maior parte dos casos. Uma bola “knuckle” pode ser um pouco mais desafiadora para alcançar para o arremessador de softbol devido ao tamanho relativo da bola, mas isso pode ser feito. Um arremessador de softbol tem a opção de atirar uma bola verticalmente com base no movimento do arremesso. Esta altura não é possível no beisebol.
    • Atingido por um arremesso. No beisebol, um jogador ganha a primeira base a menos que ele / ela rebata ou não tente desviar do arremesso. No softbol, um jogador ganha a primeira base a menos que ele / ela se mova ou desvie intencionalmente para ser atingido. Esta regra tem uma certa ambiguidade e é amplamente baseada na interpretação individual do árbitro da “intenção” do rebatedor.
    • Roubo de base. No beisebol, você pode roubar a bola a qualquer momento que ela esteja em movimento. No softbol você só pode roubar quando a bola deixa a mão do arremessador e quando a bola está em movimento. Se o arremessador está no “círculo de pitching”, o corredor não pode se mover a não ser que o arremessador “finja”, ou faça um movimento que possa ser interpretado como “fazendo uma jogada”. O que define um “movimento” fica a critério do árbitro. Depois que um “movimento” é feito, o corredor pode tentar avançar, já que a bola é considerada “em movimento”.
    • Conduzindo. No beisebol, os corredores estão autorizados a conduzir em qualquer base. Isto significa que o corredor não tem que tocar a base enquanto o arremessador tem a bola. Após arremesso, no entanto, o corredor de beisebol deve retornar para a base para tocá-la. No softbol, o corredor deve tocar a base até a bola deixar a mão do arremessador. Se ela deixa a base mais cedo, ela está fora.
    • Como você pode ver, existem algumas boas diferenças entre os dois jogos. Tanto homens como mulheres podem desfrutar de ambos os esportes. Em alguns casos, as regras são modificadas para atender ao grupo que está jogando, por exemplo, no softbol slow-pitch algumas ligas adicionam um outfielder extra ou colocam regras contra roubar. Seja qual for o jogo, saia, se divirta e jogue!

Fonte: http://www.comofazertudo.com.br/

 

8º Torneio da Amizade de Softbol | Clube Nipo

8º Torneio da Amizade de Softbol – São Gotardo

Foi realizado neste último fim de semana, 20 e 21 de junho, o 8º Torneio da Amizade de Softbol em São Gotardo. Nesta edição, tivemos a participação de 12 equipes, dentre elas, 3 equipes de Brasília: Lobos do Cerrado, Nikkey e Vargem Bonita.

Os times foram divididos em 4 chaves, onde apenas os melhores de cada subiam para as semifinais. As equipes dos Lobos e do Nikkey se enfrentaram em uma das semifinais e, após um jogo muito disputado e com final emocionante, os Lobos venceram por uma diferença de 3 pontos. Na outra semifinal, a equipe dos Tigres de Uberlândia venceram Ipatinga e também avançaram para a final.

A grande final foi o jogo entre o então campeão do torneio, Lobos, contra o jovem time dos Tigres. Foram 6 entradas com muitas rebatidas e vários pontos que resultaram na vitória da equipe de Uberlândia, que mostrou muita garra e determinação na conquista do inédito título.

Vale destacar a participação do time da Vargem Bonita, estreante no campeonato e formada por meninos a partir de 12 anos de idade, que não se amedrontaram frente aos adversários, todos adultos.

Outro destaque da competição foi o atleta dos Lobos do Cerrado, Hideo Mikami, premiado como 1º Home-run King. Parabéns a todos os atletas e ao grande campeão, Tigres.

 

Confira a galeria de fotos do torneio:

XVI Torneio de Softbol Nikkey – DF

Foi realizado ontem, domingo (24), no campo do Riacho Fundo em Brasília, o encerramento do XVI Torneio de Softbol Nikkey contando com três categorias (Adulto, Veterano e Especial). Foram cinco finais de semana de muitos jogos disputados e a participação de mais de 150 atletas que abrilhantaram ainda mais o evento. O clube foi representado pelas equipes Lobos do Cerrado na categoria adulto e pelas equipes NIPO nas categorias adulto e veterano. Estes últimos eram os atuais campeões do torneio e defendiam o título, mas não conseguiram o almejado bicampeonato consecutivo. O título de campeão das duas categorias ficaram com os times da casa, o Nikkey, que venceram a equipe do Núcleo Bandeirante na categoria veterano e a equipe da Vargem Bonita na final do Adulto.

Foram jogos empolgantes e muito disputados, com diversas jogadas bonitas e vários home-runs. Cada vez mais o nível desse esporte vem crescendo na capital federal, reflexo claro nos torneios disputados fora da cidade, onde em todos, as equipes de Brasília trouxeram o título para a cidade.

Durante o evento, foi realizada também uma homenagem aos 120 Anos de Amizade Japão-Brasil, contando com a presença de autoridades, destacando o excelentíssimo Embaixador do Japão, Sr. Kunio Umeda. A Associação Nikkey/DF, organizadora do evento, representada pelo seu presidente, Sr. Waldermar Umeda, homenageou as autoridades e as pessoas que se destacaram pelos serviços prestados à instituição. Foi uma bela homenagem àqueles que se dedicam parte do seu tempo em prol da cultura e do esporte em suas comunidades.

Entre os agraciados, destaque para os nossos associados Walter Kazuo Takahashi, Minoru Takahashi, Jorge Massahiro Mikami e Agostinho Shibata. Parabéns pelo merecido reconhecimento e continuem lutando e ajudando no crescimento da comunidade nipo-brasileira.

Confira a lista das equipes vencedoras e atletas premiados no torneio:

CATEGORIA ESPECIAL

Campeão – Equipe B
Vice campeão – Equipe A

Melhor arremessador – Alipio Nonaka
Melhor receptor – Agostinho Shibata
Destaque Equipe A – Gilberto Morinishi
Destaque Equipe B – Toishi Okyama
Destaque Vargem Bonita – Marina Wakimoto

CATEGORIA VETERANO

Campeão – Nikkey
Vice campeão – Núcleo Bandeirante

1º Rei do Quadrangular – Shoji Okawati ( Nipo )
2º Rei do Quadrangular – Mário Okoshi ( N. Band )
Melhor arremessador – Mário Yoshizawa
Melhor receptor – Aoto
Melhor defensor interno – Rui Nishitani
Melhor defensor externo – Isac Ito
Destaque Nipo – Celso Sato
Destaque Núcleo Bandeirante – Rubens Higawa
Destaque Nikkey – Aoto
Destaque Vargem Bonita Feminino – Andrea Kitahama
Destaque Vargem Bonita Masculino – Kazuo Sumida

CATEGORIA LIVRE

Campeão – Nikkey A
Vice campeão – Vargem Bonita

1º Rei do Quadrangular – Renato Karino ( Nikkey A ) 5 Home run
2º Rei do Quadrangular – Leonardo Yoshinaga ( Vargem Bonita ) 4 Home run
Melhor arremessador – Luiz ( Nikkey )
Melhor receptor – Roberto Miyaki ( Nikkey )
Melhor defensor interno – Renato Karino ( Nikkey )
Melhor defensor externo – Marcelo Nakandakari ( Vargem Bonita )
Destaque Nipo – Paulo Hirozawa
Destaque Vargem Bonita – Marcelo Nakandakari
Destaque Nikkey A – Renato Mori
Destaque Nikkey B – Seiti Karino
Destaque Lobos – Shoiti Tsujimoto

Brasília em destaque no cenário do Softbol nacional

Neste último fim de semana, nos dias 30 e 31 de agosto, foi realizado o XXV Brasileirão de Softbol Interclubes Aberto em Londrina-PR. Trata-se do maior campeonato de softbol da América Latina, contanto com a participação de 71 clubes e aproximadamente 1.500 atletas que disputaram jogos bem disputados nos 11 campos da ACEL (Associação Esportiva e Recreativa de Londrina).

Brasília levou 3 equipes nas categorias Veteranos 50, Veteranos 60 e Adulto B. Nessas últimas duas, as equipes de Brasília sagraram-se campeãs brasileiras.

A trajetória da equipe Veteranos 60 começou com uma vitória sobre o forte time da Liga Oeste, que reúne atletas do Paraná. Foi um início de jogo truncado, mas no fim prevaleceu a força do time de Brasília. No segundo jogo da primeira fase, enfrentaram o time Arena Ball de Londrina/PR. Com mais essa vitória, a equipe se classificou invicta para a semi-final, onde enfrentou novamente a equipe da Liga Oeste, dado o chaveamento do torneio. Na grande final, o time de Brasília teve um início arrasador contra a forte equipe Ótica PVC de Londrina/PR, abrindo uma boa vantagem de 7 x 0 no placar. O jogo foi apertando e acabaram sofrendo uma virada de 7 x 8. No último inning porém, conseguiram a virada e se sagraram campeões brasileiros da categoria.

Equipe de Brasília Veteranos 60: Shiguetoshi Kodama, Nelson Mikami, Luiz Ueda, Jorge Mikami, Milton Miyaki, Rubens Higawa, Mário Mizushima, Mário Okoshi, Sérgio Ikeda, Mário Hiramatsu, Rui Nishitani e Paulo Hayakawa

Equipe de Brasília Veteranos 60: Shiguetoshi Kodama, Nelson Mikami, Luiz Ueda, Jorge Mikami, Milton Miyaki, Rubens Higawa, Mário Mizushima, Mário Okoshi, Sérgio Ikeda, Mário Hiramatsu, Rui Nishitani e Paulo Hayakawa

 

A equipe Adulto B não teve vida fácil para chegar ao título, disputado com mais 19 equipes da categoria. No primeiro dia, ganharam com certa folga dos times Floripa (Florianópolis/SC) e 89 Ear’s (Londrina/PR), classificando-se em 2º lugar geral da categoria. No segundo dia, enfrentaram uma maratona de 3 jogos seguidos até chegar ao almejado título. Primeiro, contra o forte time Alambrados (Londrina/PR), em um jogo de muitos pontos e muitas rebatidas. Em seguida, um jogo apertadíssimo contra o tradicional time de Bastos/SP, com uma vitória por apenas 1 ponto de diferença, após algumas interrupções devido a chuva. Na grande final, enfrentaram o time de Rolândia/PR. O jogo foi muito equilibrado até o último inning onde a equipe de Brasília mostrou sua principal arma, a rebatida, e fechou o jogo com 12 pontos impulsionados.

Equipe de Brasília Adulto B: Leonardo Yoshinaga, Marcelo Makigussa, Luis Felipe, Renato Karino, Guilherme Yoshinaga, Geraldo Júnior, Renato Mori, Luciano Arai, Marcelo Abe, Eduardo Nomura, Willian Tanno e Hideo Mikami.

Equipe de Brasília Adulto B: Leonardo Yoshinaga, Marcelo Makigussa, Luis Felipe, Renato Karino, Guilherme Yoshinaga, Geraldo Júnior, Renato Mori, Luciano Arai, Marcelo Abe, Eduardo Nomura, Willian Tanno e Hideo Mikami.

Parabéns as duas equipes pelas conquistas que colocaram Brasília no cenário nacional do esporte, geralmente dominado por equipes de Paraná e São Paulo. E que venham mais títulos!

 

Confira mais fotos na galeria abaixo:

Amistoso de Softbol entre as equipe da Embaixada do Japão e Lobos | Clube Nipo

Amistoso de Softbol

Neste domingo (16/02), foi realizado um amistoso de softbol envolvendo a equipe dos Lobos, que treina no Clube Nipo, e o time da Embaixada do Japão. Foi um jogo muito divertido com lances de perícia e lances muito divertidos também. Bem no clima de amistoso, o jogo encontrava-se empatado até a última entrada quando a equipe dos Lobos abriu larga vantagem e acabou vitoriosa. Mas mais importante que o placar foi a integração, que mesmo com idiomas distintos, prevaleceu através da comunicação através do esporte.

Na semana que vem, no domingo (23/02) à tarde, será realizado um triangular envolvendo as duas equipes e mais a equipe de veteranos do Clube Nipo. Todos os associados estão convidados para assistir o jogo e a praticarem softbol. A equipe do Lobos treina nos sábados e domingos às 14 horas e estão abertos a receber novos atletas, sejam experientes ou mesmo aqueles que nunca jogaram na vida. É uma grande oportunidade para conhecer o esporte e fazer novas amizades.

Equipe Infantil de Beisebol da Vargem Bonita no IV Torneio da Amizade São Paulo 2013 | Clube Nipo

IV Torneio da Amizade São Paulo de Beisebol e Softbol

Neste último final de semana, nos dias 14 e 15 de dezembro, foi realizado o IV Torneio da Amizade São Paulo de Beisebol e Softbol no campo auxiliar do estádio Mie Nishi, na capital paulista. Brasília foi representada na categoria infantil de beisebol pelo time da Vargem Bonita e na categoria livre de softbol pela equipe dos Lobos do Cerrado, uns dos times do Clube Nipo.

A equipe da Vargem Bonita venceu seu primeiro jogo contra BHCapitals (Belo Horizonte) e acabou derrotado em um jogo muito equilibrado para a equipe de Gigantes (São Paulo). O atleta Gustavo Nakandakari foi agraciado com a medalha de destaque do torneio pela excelente exibição técnica e liderança dentro de campo. Também foram premiados os atletas Yuri Shinzato como destaque da final e Vitor Lucas Miyahara como jogador mais novo em campo. O atleta Mateus Bonfim recebeu o troféu “Dedicação ao Esporte” pelo seu esforço e determinação na prática do beisebol. É importante destacar e parabenizar os treinadores Marcelo Nakandakari, Ricardo Uema e Shigueru Uema, sem os quais nenhumas dessas conquistas seriam possíveis.

Na categoria livre de softbol, a equipe dos Lobos foram campeões invictos após vitórias sobre os times BHCapitals (Belo Horizonte), Underdogs e Gigantes (São Paulo). Destaque para os atletas Cristiano Nishikawa com a melhor jogada do campeonato e Hideo Mikami eleito o melhor rebatedor com 2 home-runs no torneio.

Em paralelo ao IV Torneio da Amizade São Paulo de Beisebol e Softbol, aconteceram as semi-finais e final da Taça Brasil de Beisebol. Os atletas e acompanhantes da delegação de Brasília puderam acompanhar jogos de altíssimo nível contando inclusive com a participação dos atletas da Major League, André Rienzo (Chicago White Sox) e Yan Gomes (Cleveland Indians). Foram partidas emocionantes onde ao final sagrou-se campeã a equipe do Nippon Blue Jays após difícil partida contra a forte equipe de Atibaia na semi-final após 12 innings (3 prorrogações) e na final, de virada, contra a equipe de Gecebs. Foi uma excelente oportunidade, especialmente para os atletas mais novos, que puderam assistir a memoráveis partidas que com certeza servirão de inspiração para se esforçarem ainda mais nos treinamentos.

Atletas da equipe de beisebol infantil da Vargem Bonita com o jogador do Chicago White Sox, o brasileiro André Rienzo

Atletas da equipe de beisebol infantil da Vargem Bonita com o jogador do Chicago White Sox, o brasileiro André Rienzo

Equipe Lobos do Cerrado | Campeões do IV Torneio da Amizade de São Paulo 2013

Equipe Lobos do Cerrado | Campeões do IV Torneio da Amizade de São Paulo 2013

Atletas dos Lobos com os jogadores profissionais da Major League Yan Gomes (Cleaveland Indians) e André Rienzo (Chicago White Sox)

Atletas dos Lobos com os jogadores profissionais da Major League Yan Gomes (Cleaveland Indians) e André Rienzo (Chicago White Sox)